4 de out de 2018

147 milhões de casas inteligentes projetadas para EUA e Europa

Fonte: Media Post, setembro 2018

O número de sistemas de residências inteligentes na América do Norte aumentou 51%, chegando a 22 milhões de lares no final do ano passado, de acordo com um novo estudo.

A base instalada de sistemas de residências inteligentes atingiu 83 milhões, sendo 74 milhões delas soluções pontuais projetadas para uma função específica, enquanto 8 milhões se tratam de sistemas multifuncionais de uso doméstico, de acordo com o relatório da Berg Insight.

A América do Norte é o mercado de smart home mais avançado globalmente, com 16% de todas as famílias conectadas e com maior crescimento projetado. Desde o ano passado até 2022, o número de famílias adotando sistemas de casas inteligentes está projetado para crescer 23% ao ano, resultando em 63 milhões de residências inteligentes até 2022.

A receita está acompanhando o crescimento, atingindo US $ 12 bilhões no ano passado - 46% acima do ano anterior - e deve crescer 25% ao ano até 2022, atingindo US $ 36 bilhões em receita anual na época.

O mercado europeu de sistemas de smart home está um pouco atrás da América do Norte, pelo menos no momento. No final do ano passado, havia 58 milhões destes sistemas em uso, acima dos 40 milhões do ano anterior. No final do ano, 10% de todas as famílias na Europa eram "inteligentes", com um crescimento anual de 30% projetado para os próximos cinco anos. Até 2022, haverá 84 milhões de residências inteligentes na Europa, segundo Berg.

A definição da Berg Insight de um sistema doméstico inteligente requer que ele tenha um aplicativo de smartphone ou portal da web como uma interface de usuário.

Como seria de se esperar, soluções pontuais, como termostatos inteligentes, plugues inteligentes, alto-falantes controlados por voz e lâmpadas inteligentes, são onde a maioria dos consumidores começa o caminho para uma casa inteligente.

É por isso que a Amazon e o Google estão tão bem posicionados para residências inteligentes, já que muitos consumidores começam com um alto-falante inteligente e, juntos, a Amazon e o Google representam mais de 90% desse mercado.

Não importa a medida, casas inteligentes estão são uma tendencia crescente. No final do ano passado, o número de casas inteligentes na América do Norte e na Europa chegou a 45 milhões. Em 2022, esse número deverá atingir 147 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie seu comentário