15 de set de 2018

O celular e a casa inteligente

De um artigo publicado na Época Negócios intitulado "Eu e os celulares da minha vida", destacamos o trecho abaixo, que menciona tendencias no mercado de Automação Residencial:


" A pesquisa Connected Living 2025, feita pela Gemalto, uma empresa que fornece soluções para experiências de clientes móveis, fala sobre as expectativas que temos em relação a esses aparelhos e, se você acha que não dá mais para ampliar o papel dos mesmos em nossa vida, está enganado. E muito. A pesquisa foi realizada entrevistando pessoas de três diferentes faixas etárias (15-30, 31-49 e 50 +) de seis países (EUA, Reino Unido, Alemanha, França, China e Brasil). A maioria dos usuários (60%) espera que seu celular funcione como um controle remoto para suas casas.

Sei que no Brasil a automação residencial ainda não decolou como nos EUA, mas, aqui arriscando uma recomendação: se você está construindo ou reformando, pense em suas plantas elétrica e hidráulica com isso em mente. Esse setor vai explodir. Basta ver a velocidade em que crescem as empresas de portaria virtual no Brasil.


Claro, os jovens imaginam uma casa mais automatizada do que os mais velhos. Eles esperam poder controlar temperatura, iluminação e até janelas de forma autônoma, sem qualquer interação humana. "



Para ler o artigo na íntegra, clique aqui

A pesquisa citada "Connect Living 2015" pode ser baixada aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie seu comentário