17 de jul. de 2016

Moradores que têm sistemas de segurança são potenciais consumidores de novas tecnologias domésticas

Fonte: Parks Associates - julho 2016

Os moradores que possuem sistemas de segurança em suas casas são muito mais interessados e propensos a adquirir novas tecnologias do que aqueles sem um sistema de segurança. Pesquisa da Parks Associates mostra que domicílios com sistemas de segurança são mais propensos a ter sistemas de tecnologia mais completos.  "Eu gosto de me manter atualizado com novas tecnologias e de possuir o mais recente dispositivo" é o pensamento deste tipo de morador.

Como a indústria de segurança avança com forte orientação dos consumidores mais jovens, incluindo famílias com crianças, as tecnologias inovadoras ajudam a atrair algumas famílias a adotaem acompanhamento profissional. A abundância de produtos de tecnologia em domicílios com crianças é impressionante. As crianças pequenas têm iPads, enquanto jovens e adolescentes têm laptops, smartphones e consoles de jogos conectados. A taxa de adoção e o volume varia de acordo com a capacidade financeira dos pais, mas a propensão é forte mesmo entre as famílias de baixa renda.

As gerações mais jovens também têm crescido com a Internet; para eles, parece lógico e natural ser capaz de ter controle, buscam status e configuram scripts pessoais para dispositivos domésticos inteligentes conectados. Os proprietários de sistema de segurança, mesmo aqueles que foram chefes de família por 45 anos ou mais, desfrutam de benefícios da tecnologia.

Enquanto 19% de todas as casas com banda larga possuem pelo menos um dispositivo inteligente, esse número aumenta para 50% quando trata-se de dispositivos de segurança. Para as famílias de que não são usam equipamentos de segurança, apenas 8% possuem pelo menos um dispositivo inteligente.

Embora não tão drástica, a disparidade para os proprietários de equipamentos de streaming de media  também é gritante. Quase 34% de todas as casas com banda larga possuem pelo menos um player de streaming de midia, 

Muito do crédito para esta disparidade vai para os provedores de segurança, que de forma constante e, por vezes, até agressiva vendem recursos de casa inteligentes para seus clientes, além da atualização ou da substituição de um sistema de segurança. No entanto, essa aprovação não ocorreria se o interesse do consumidor não existisse. Sistemas para casa inteligente e seus benefícios ainda suportam baixa consciência do consumidor, mas à medida que mais dispositivos se difundem pelas casas, esta consciência vai aumentar junto com o interesse do consumidor.

A alta taxa de adoção de novas tecnologias pelos proprietários de sistema de segurança mostra o potencial de crescimento para o mercado de casa inteligente. Embora a porcentagem de adoção de acompanhamento profissional possa permanecer constante, haverá crescimento em unidades devido ao aumento do número de domicílios com serviço de banda larga e ao aumento do número total de lares dos EUA nos próximos anos. Dispositivos conectados, como câmeras em rede e produtos all-in-one, bem como monitoramento de segurança , vão agir como substitutos competitivos para a segurança auto-monitorada, Esses fatores se combinam para criar maior potencial de sucesso em vários ecossistemas relacionados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie seu comentário