22 de fev de 2016

Microsoft, Intel e Samsung (entre outros) criam aliança para casas conectadas

Fonte: Open Connectivity Foundation

A casa conectada tem um grande problema. Poucos dos dispositivos realmente "falam" um com o outro. Graças a protocolos e empresas criando ecossistemas proprietários que só permitem que seus produtos falem com seus próprios produtos, os usuários são forçados a abrir vários aplicativos para ter acesso à casa do futuro. Assim, alguns grandes nomes da tecnologia estão na esperança de resolver o problema de fragmentação através da formação de uma aliança IoT chamada Fundação Conectividade Aberta (Open Connectivity Foundation). É tipo um Super Amigos mas para equipamentos domésticos inteligentes.

Composta por Microsoft, Intel, Samsung, Qualcomm, Cisco, GE Digital e outros, a fundação tem como objectivo criar protocolos de código aberto que qualquer fabricante pode implementar em seus produtos. A aliança espera alcançar este objetivo independentemente do chipset ou do sistema operacional do dispositivo. Ela também quer ter certeza de que qualquer um que deseje criar um dispositivo de Internet das Coisas pode usar seus protocolos para se conectar a dispositivos de grandes empresas. É um objetivo nobre que já estão faltando alguns jogadores-chave deste mercado, incluindo Apple, Google, Philips e WeMo.

HomeKit da Apple faz a mesma coisa, mas exige que os fabricantes selecionem chipsets seguros. E, claro, ele só funciona em dispositivos iOS. Weave, protocolo de comunicação Brillo e do Google (feito em parceria com a Intel e Qualcomm) não chegou realmente a ser ofertado e ainda está convidando desenvolvedores para testá-lo.

Se OCF pode fazer o que a Apple faz, mas sem a necessidade de possuir um iPhone, pode ser exatamente o que uma casa conectada precisa. Uma maneira de se conectar verdadeiramente.

Para ver a nota de lançamento no site oficial da Fundação, clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Envie seu comentário